Não. Não é sobre o Sporting!... São dicas e opiniões sobre jardinagem, paisagismo, ambiente, ecologia, natureza, energias alternativas, reciclagem, etc, etc, etc...

.Vamos a votos?


Google PageRank Checker

.pesquisar:

 

.Agosto 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
www.greenpeace.pt

.ainda verditos:

. Porque amamos os animais....

. Solução de arrumação para...

. Agradecendo

. Porque amamos os animais....

. Porque amamos os animais....

. Porque amamos os animais....

. Porque amamos os animais....

. Vou de férias!

. Abriu a caça ao Voto!

. Porque amamos os animais....

. Que tal... umas férias no...

. Tão giro!

. Pequeno, mas com muita ar...

. Porque amamos os animais....

. Apelo!

.já maduros:

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.links

.tags

. todas as tags

.euVerde:

.vósVerdes:

.mundoVerde:

Locations of visitors to this page
Add to Technorati Favorites


View blog authority
blogs SAPO
RSS
Spread the Recycling Message
Segunda-feira, 5 de Novembro de 2007

Jardim vs. Energia

A semana passada “tropecei”, quase por acaso, num artigo que achei interessante, intitulado “Your garden determines your energy ”. Apesar de considerar que o artigo peca por defeito relativamente ao tema, e de ter algumas reservas quanto aos conselhos de cultivo...; mas porque ainda não me deparei com nada do género, muito menos em português, decidi traduzi-lo (tradução livre, bem entendido) e publica-lo neste espaço. Quem quiser ler o original (em inglês) pode faze-lo clicando aqui.
 
Atenção: o texto original reside num site de carácter religioso. Não pretendo de forma nenhuma que a sua transcrição seja vista como propaganda, divulgação, recrutamento, etc. Até porque estas questões “das energias” prefiro-as no contexto da física quântica, em detrimento do contexto religioso, que é mais particular e subjectivo.
 
 
O seu jardim determina a sua energia
por R Sridhar
 
Da próxima vez que andar na rua observe a forma como as pessoas mantêm os seus jardins e varandas. Algumas pessoas terão os vasos bem alinhados, com plantas bem cuidadas, a área de jardim limpa, as variedades de plantas correctamente escolhidas – basicamente, terão um jardim ou varanda que acentua a beleza e conforto da habitação. Por outro lado, há casos com plantas a crescer desordenadamente em vasos sujos, algumas sem serem regadas há muito tempo, com folhas secas e ramagens pendendo soltas – assemelhando-se a uma cabeleira desgrenhada em busca de um sentido na vida.
 
A quantidade de energia que entra numa habitação pode ser avaliada pela simples observação da forma como uma família trata do seu jardim. Quando cultivamos uma planta, estamos na realidade a cuidar de uma semente de energia. O crescimento da sua planta é directamente proporcional à quantidade de atenção e esforço que lhe dedica.
 
Um jardim mal cuidado indica uma família que não sabe como gerir a sua energia. O principio da energia, do qual tenho escrito anteriormente nesta coluna, explica que esta tem que ser gerida. Caso contrário, é a energia que assume a gestão. Isto mesmo se passa com as plantas.
 
Quando a sua varanda é literalmente assaltada pela sujidade e vegetação em crescimento desgovernado, desta forma obstruindo o seu horizonte, então o seu jardim está de facto a controlar a quantidade de tempo que nele passa e o grau de satisfação que este lhe proporciona. Por outras palavras, a energia do seu jardim está a controlá-lo a si em vez do contrário.
 
A sua atitude relativamente à energia passa pelas actividades que escolhe fazer para gerar energia – como cozinhar, actividades artísticas ou até criar uma criança. Uma criança, à semelhança de uma planta, é uma semente de energia da qual você cuida. Se você for incapaz de “gerir” essa energia, criar uma criança tornar-se-á uma tarefa bastante mais complicada.
 
Assim sendo, se o seu jardim ou varanda, está a precisar de atenção, experimente o seguinte:
  • Faça uma poda ás suas plantas de forma a mante-las abaixo do seu horizonte;
  • Dê uma pintura aos vasos;
  • Limpe a área em volta dos vasos, retirando lamas, musgos, folhas secas ou outros resíduos;
  • Arranje as plantas de forma a que estas não incomodem nem restrinjam de alguma forma o acesso à varanda. Onde quer que decida colocar plantas na sua casa, lembre-se de o fazer de modo a que elas sejam adornos e que aumentam a energia no espaço à sua volta, quer pelo efeito de cor como de presença.
  • Revitalize o solo adicionando um fertilizante. O principio é o mesmo que para se reinventar a si mesmo na vida, seja por mudar a sua forma de vestir ou por decidir tirar um novo curso. Da mesma maneira, a energia de uma planta tem que ser revitalizada.
  • Pratique a rotação de culturas: tente plantas diferentes no mesmo solo.
  • Presenteie as suas plantas.
  • Converse com as suas plantas. Existem estudos que indicam que as plantas com quem se conversa crescem melhor e mais depressa.
publicado por iGreen às 23:42
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Cris a 7 de Novembro de 2007 às 22:06
Olá
Estive lendo um pouco deste blog e deixa que diga que é muito interessante, com temas muito importantes e que merecem ser divulgados. Vou lendo aos poucos, pois o tempo hoje em dia é pouquito.
Gostei!
Cris
De iGreen a 8 de Novembro de 2007 às 14:46
Olá Cris,

Sê bem vinda. Muito obrigada pela visita e pelo comentário.
Compreendo bem a tua falta de tempo - também sofro do mesmo mal, que aliás, se reflecte neste espaço; tenho tantos posts alinhavados, tantos assuntos que gostaria de divulgar... mas tem que ser aos poucos!
Grão a grão... como diz o ditado.
Obrigada e volta sempre.
Paula
De jardineira aprendiz a 8 de Novembro de 2007 às 22:05
Vim pela mão da Cris e gostei muito de conhecer, é bom encontrar um blog de jardingem com muita informação (alguns de nós somos preguiçosos e só postamos fotos ;) )

Em relação ao artigo também achei interessante. Também tenho algumas reticências em relação à leveza com que se aborda este assunto, mas de qualquer forma acho que é bom dar o benefício da dúvida.
De iGreen a 9 de Novembro de 2007 às 10:45
Olá "jardineira aprendiz".
Adorei o nome. eu também sou aprendiz. Aliás, vou aprendendo com a experiência e as pequisas na Net. De facto o obj deste blog é mesmo informar e incentivar quem por ai anda com vontade de jardinar, mas tenha falta de coragem, por haver pouca informação em português.
Mas os blogs de fotos tb são interessantes e um regalo para a vista.
Obrigada e volta sempre.
Paula

Comentar post

Animais de Rua - Projecto de Esterilização e Protecção de Animais Sem Lar