Não. Não é sobre o Sporting!... São dicas e opiniões sobre jardinagem, paisagismo, ambiente, ecologia, natureza, energias alternativas, reciclagem, etc, etc, etc...

.Vamos a votos?


Google PageRank Checker

.pesquisar:

 

.Agosto 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
www.greenpeace.pt

.ainda verditos:

. Porque amamos os animais....

. Solução de arrumação para...

. Agradecendo

. Porque amamos os animais....

. Porque amamos os animais....

. Porque amamos os animais....

. Porque amamos os animais....

. Vou de férias!

. Abriu a caça ao Voto!

. Porque amamos os animais....

. Que tal... umas férias no...

. Tão giro!

. Pequeno, mas com muita ar...

. Porque amamos os animais....

. Apelo!

.já maduros:

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.links

.tags

. todas as tags

.euVerde:

.vósVerdes:

.mundoVerde:

Locations of visitors to this page
Add to Technorati Favorites


View blog authority
blogs SAPO
RSS
Spread the Recycling Message
Terça-feira, 27 de Maio de 2008

Alimentos por nós, para nós.

 

Penso que serão do conhecimento geral, as noticias preocupantes que têm sido divulgadas recentemente, relativas ao aumento vertiginoso do preço dos alimentos. Já se fala mesmo em crise alimentar e em escassez da oferta no curto/médio prazo.
 
Não vou nem tentar aprofundar os quês, nem os porquês desta situação - para não ficar mal disposta. Desconfio que a raíz deste problema está no pior do ser humano: a ganância e a avareza. E fico por aqui.
Até porque numa situação destas, debater os porquês é pura perda de tempo. O que é necessário é encontrar soluções e alternativas. Temos que nos alimentar para nos podermos defender (por esta ordem) e é preciso começar já.
 
A solução óbvia é começarmos a cultivar para nós próprios, aliviando, dentro do possível, o orçamento gasto no supermercado. Solução que em nada é estranha a quem sempre viveu no campo. Mesmo quem tem uma actividade profissional que não esteja ligada à agricultura, normalmente vive numa moradia com algum terreno onde, não raras vezes, existe uma horta. Esta cultura de proximidade e de auto-sustentabilidade insere-se no conceito, mais abrangente, conhecido como: permacultura.
 
No entanto, na cidade, a grande maioria da população, vive em apartamentos. Onde, à primeira vista, parece impossível cultivar seja o que for. Algumas varandas ainda conseguem tornar-se em belos jardins, mas são raras aquelas que se tornam em belas hortas. Na realidade o mais vulgar, em Portugal, é tonarem-se nas famosas – e, tudo menos, belas – marquises.
 
Mas, será realmente possível ter uma horta na varanda? Claro que é! Existe uma grande quantidade de vegetais que podem ser cultivados em vasos – logo, podem perfeitamente ser cultivados na varanda. Esta á uma prática vulgar em países anglo-saxónicos. Por cá nem tanto, mas também há. E há, até, quem se dê ao trabalho de documentar e divulgar as suas experiências através de um blog. A título de exemplo, recomendo uma visita ao blog O Cantinho Verde, mas existem outros que divulgarei oportunamente.
 
Entretanto podem ir contando: os próximos posts vão ser dedicados a este assunto. Fiquem bem e “boas colheitas”.
 
publicado por iGreen às 14:02
link do post | comentar | favorito
|
Animais de Rua - Projecto de Esterilização e Protecção de Animais Sem Lar