Não. Não é sobre o Sporting!... São dicas e opiniões sobre jardinagem, paisagismo, ambiente, ecologia, natureza, energias alternativas, reciclagem, etc, etc, etc...

.Vamos a votos?


Google PageRank Checker

.pesquisar:

 

.Agosto 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
www.greenpeace.pt

.ainda verditos:

. Porque amamos os animais....

. Solução de arrumação para...

. Agradecendo

. Porque amamos os animais....

. Porque amamos os animais....

. Porque amamos os animais....

. Porque amamos os animais....

. Vou de férias!

. Abriu a caça ao Voto!

. Porque amamos os animais....

. Que tal... umas férias no...

. Tão giro!

. Pequeno, mas com muita ar...

. Porque amamos os animais....

. Apelo!

.já maduros:

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.links

.tags

. todas as tags

.euVerde:

.vósVerdes:

.mundoVerde:

Locations of visitors to this page
Add to Technorati Favorites


View blog authority
blogs SAPO
RSS
Spread the Recycling Message
Quinta-feira, 20 de Março de 2008

Para mim, os animais importam!

Nas últimas semanas, têm vindo a público várias noticias, dando conta de um projecto de Lei do Governo, para exterminar algumas raças de cães considerados perigosos. Isto vem na sequência do muito “barulho” feito pela comunicação social em volta de dois ou três ataques de animais a pessoas, nomeadamente a crianças (nãoé que não me preocupe, atenção!).
Em primeiro lugar, devo dizer que repudio veementemente esta “moda”, que se instalou entre os media, de promoverem a desgraça. Raramente se noticia algo de bom ou positivo. Mas as coisas boas e positivas também acontecem neste nosso planeta, provavelmente até numa proporção maior do que as desgraças. E no caso dos cães não é diferente. Devem ocorrer, por todo o mundo tantas acções heróicas levadas a cabo por cães, como ataques perigosos. Mas enquanto os actos heróicos raramente são noticia (e quando são é mostrado uma vez e pronto), já os ataques são noticiados, re-noticiados, acompanhados, comentados até à exaustão, etc.
Em segundo lugar, partilho da opinião da Maria da Quinta da Ribeira que diz, muito bem, no seu post intitulado “Piercings e cães”: Em relação à esterilização dos cães, parece-me a solução mais estúpida. Nunca pensei ouvir falar da total erradicação de espécies de um país para resolver um problema. Será que quando perceberem que o principal problema são os donos desses cães, que poderão no futuro continuar a ter as mesmas atitudes utilizando outras espécies, irão impor a erradicação dessas espécies, ou então talvez adoptem a solução mais radical e proponham a erradicação desses donos?
 
O momento é pois mais do que oportuno, para incluir neste espaço algo que já intencionava fazer há algum tempo: divulgar a campanha de Apoio à Declaração Universal de Bem-Estar Animal. Visite o site, apoie esta causa, para que todos juntos possamos exigir dos governantes de todo o mundo uma mudança de atitude para com estes amigos com quem partilhamos o Planeta.
tags:
publicado por iGreen às 13:59
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De maria mendonça a 22 de Março de 2008 às 00:36
Paula, obrigada pela referência à Quinta da Ribeira. Não conhecia a Declaração Universal dos Animais mas vou subscreve-la sem dúvida. Espero que mesmo quem não partilha do gosto pelos animais entenda como esta possível lei é ridícula.
Adoro o blog, espero que continue.
De iGreen a 24 de Abril de 2008 às 00:03
Olá Maria. Não tem que "obrigadar" pela ref à Quinta - é bem merecida! Além disso concordava Até à virgula com aquele comentário, por isso fazia todo o sentido publica-lo. Eu é que agradeço a inspiração, pois já andava há uns dias para fazer o post sobre este assunto, mas precisava de um ponto de partida, e encontrei-o.
Obrigada pela visitas. Bjs. Paula

Comentar post

Animais de Rua - Projecto de Esterilização e Protecção de Animais Sem Lar